Felipe, ex-Flamengo, nega ter falado “roubado é mais gostoso”: “Chegaram a ameaçar meus parentes”

há 14 dias

Felipe negou ter comemorado o título do Campeonato Carioca de 2014 com a frase “roubado é mais gostoso”. Na ocasião, o Flamengo conseguiu o troféu com o gol de empate marcado por Márcio Araújo, em posição irregular. Dessa forma, o atual goleiro do Botafogo explicou que provocou o Cruzmaltino, mas não da forma que foi divulgada. Por conta disso, alguns de seus familiares chegaram a receber ameaças.

“Sempre falei o que pensava, Eu nunca escondi nada. (Isso) eu não falei, tenho quase certeza. Não tem vídeo e nem áudio. O vídeo tem eu falando: ‘Ganhar desse jeito é mais gostoso’. Fui julgado, tribunal, poderia pegar seis meses de suspensão. As coisas que tem falando, são do dia seguinte. A repercussão foi grande, até pelo momento político que o Brasil vivia na época. Mas não tem uma prova. Caso eu falei, eu peço desculpa. Não vou dizer 100%, mas tenho quase certeza que não falei”, declarou ao canal “Fox Sports”.

“Eu falei que o Vasco jogava o Campeonato Paulista, uma gozação de jogo porque estava 10 anos sem ganhar. Isso eu falei, eu assino embaixo. O juiz perguntou o áudio e vídeo. Você não sabe quem foi que vazou isso. Hoje tem 30 câmeras e 40 microfones e não tem um áudio do momento exato? Foi uma coisa que fui taxado. Os torcedores do Vasco chegaram a ameaçar meus parentes, onde tinha um sede próxima. Foi uma coisa que foi jogada e acabou pegando”, completou.

Após deixar o Flamengo, Felipe atuou por clubes do Brasil, como Figueirense e Bragantino, e ainda jogou no futebol da Hungria. Neste ano, aceitou a oferta do Botafogo-PB, que também conta com Léo Moura no elenco.