Você assistiria à reprise de qual desses jogos históricos do Flamengo?

há 4 meses

Duelos memoráveis não faltam na rica trajetória do Flamengo, que em novembro completará 125 anos de uma história de “raça, amor e paixão”, como cantam seus mais de 40 milhões de torcedores espalhados pelo mundo.

Mas qual jogo do Flamengo você gostaria de assistir novamente, torcedor rubro-negro? O clássico contra o Vasco, que eternizou a cobrança de falta perfeita de Petkovic e a conquista do tricampeonato carioca em 2001? A épica virada por 5 x 4 sobre o Santos de Neymar na Vila Belmiro, pelo Brasileirão de 2011? Ou a final do Mundial Interclubes de 1981 diante do Liverpool (ING), uma das maiores exibições do Rubro-Negro em sua história?

 

Sendo assim, entre tantos confrontos marcantes, relembre abaixo dez grandes jogos da história mais recente do Flamengo e, na sequência, vote naquele que você gostaria muito de assistir à reprise:

Flamengo 1 x 0 Vasco

<a href='/equipes/flamengo'>Flamengo</a> x Vasco, Campeonato Carioca de 1978 (Acervo/ <a href='/equipes/flamengo'>Flamengo</a>)

Acervo/ Flamengo

3 de dezembro de 1978, no Maracanã. O jogo que instaurou a chamada “Era Zico” e garantiu ao Flamengo a conquista do Campeonato Carioca. O rival Vasco da Gama jogava pelo empate e o Rubro-Negro, então campeão da Taça Guanabara, precisava do resultado positivo e ele veio com gol de Rondinelli, o “Deus da Raça”, de cabeça após escanteio batido pelo Galinho de Quintino.

Flamengo 3 x 2 Atlético-MG

<a href='/equipes/flamengo'>Flamengo</a> x <a href='/equipes/atletico-mg'>Atlético-MG</a>, Campeonato Brasileiro de 1980 (Reprodução)

Reprodução

1º de junho de 1980, no Maracanã. Com dois gols de Nunes e um de Zico, o Flamengo conquistou seu primeiro título do Campeonato Brasileiro, num duelo repleto de craques: Raul, Leandro, Júnior, Andrade, Zico e Nunes de um lado e, do outro, nada menos que Luizinho, Toninho Cerezo, Chicão, Palhinha e Reinaldo. Aos 37 minutos do segundo tempo, o meia flamenguista Adílio, que havia entrado no lugar de Carpegiani, fez o lançamento para Nunes assinalar o terceiro e decisivo gol do título rubro-negro.

Atlético-MG 2 x 3 Flamengo

<a href='/equipes/atletico-mg'>Atlético-MG</a> x <a href='/equipes/flamengo'>Flamengo</a>, Copa União de 1987 (Reprodução/ YouTube)

Reprodução/ YouTube

2 de dezembro de 1987, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Mais um confronto memorável entre os dois times, válido pela semifinal da Copa União e considerado o melhor jogo da competição. o Flamengo superou o Galo diante de quase 85 mil torcedores com gols de Bebeto, Zico e Renato Gaúcho e avançou às finais diante do Internacional.

Palmeiras 3 x 3 Flamengo

<a href='/equipes/flamengo'>Flamengo</a> campeão da Copa Mercosul de 1999 (Reprodução/ Twitter)

Reprodução/ Twitter

20 de dezembro de 1999, no estádio Palestra Itália, em São Paulo. O forte time do Palmeiras de Alex, Paulo Nunes, Zinho, César Sampaio e Euller precisava da vitória, já que o Flamengo havia vencido o jogo de ida no Rio de Janeiro por 4 x 3. E o placar mostrava 3 x 2 para os donos da casa, o que provocaria um terceiro confronto. Até que o garoto Lê, revelado nas categorias de base do clube carioca, saiu do banco de reservas e, aos 38 minutos da etapa final, anotou o gol de empate que selou o título da competição continental ao Rubro-Negro.

Santos 4 x 5 Flamengo

Santos x <a href='/equipes/flamengo'>Flamengo</a>, Campeonato Brasileiro de 2011 (Divulgação/ Santos FC)

Divulgação/ Santos FC

27 de julho de 2011, no estádio da Vila Belmiro. Em noite “mágica”, o Flamengo de Ronaldinho Gaúcho superou de virada por 5 x 4 o Santos de Neymar, naquele que é considerado o maior jogo da história recente do Campeonato Brasileiro. Com três gols, Ronaldinho comandou a vitória épica do Rubro-Negro, que chegou a estar perdendo por 3 x 0. Um deles é lembrado até hoje: a falta batida com maestria, da entrada da área, rasteira e no canto esquerdo da meta santista. O duelo também ficou marcado por outro golaço, mas de Neymar, o terceiro do Santos, que lhe rendeu o Prêmio Puskás oferecido pela Fifa como o gol mais bonito do mundo na temporada de 2011, além de um pênalti defendido por Felipe após cobrança de Elano, com direito à “embaixadinha” do goleiro flamenguista.

Vasco 1 x 3 Flamengo

Vasco x <a href='/equipes/flamengo'>Flamengo</a>, Campeonato Carioca de 2001 (Divulgação)

Divulgação

27 de maio de 2001, no Maracanã. Um dos clássicos antológicos entre os dois rivais, que deu ao Flamengo o tricampeonato carioca de 1999-2000-2001. O gol decisivo em cobrança de falta do meia Dejan Petkovic, no ângulo esquerdo e indefensável para o goleiro vascaíno Helton, aos 43 minutos do segundo tempo, eternizou o jogador sérvio na galeria dos ídolos rubro-negros.

Flamengo 2 x 0 Cobreloa (CHI)

<a href='/equipes/flamengo'>Flamengo</a> x Cobreloa (CHI), Copa Libertadores da América de 1981 (Reprodução/ YouTube)

Reprodução/ YouTube

23 de novembro de 1981, no estádio Centenário, em Montevidéu. Depois de vencer o primeiro jogo no Maracanã e ser derrotado no Chile, o Flamengo partiu para o terceiro e decisivo confronto diante do Cobreloa, realizado em campo neutro, no Uruguai. E Zico, o ídolo incontestável, passou por cima da truculência do adversário e mais uma vez brilhou, anotando os dois gols que selaram a conquista do primeiro título da Copa Libertadores da América ao Rubro-Negro.

Flamengo 3 x 0 Liverpool (ING)

<a href='/equipes/flamengo'>Flamengo</a> x Liverpool (ING), Mundial Interclubes de 1981 (Foto: Masahide Tomikoshi/ Tomikoshi Photography/ Reprodução/ Site oficial da CBF)

Masahide Tomikoshi (Tomikoshi Photography)/ Reprodução/ Site oficial da CBF

13 de dezembro de 1981, no estádio Nacional de Tóquio, no Japão. A decisão do Mundial Interclubes. Um duelo que estará para sempre na memória de todos os flamenguistas. O então campeão europeu sucumbiu ao talento do time brasileiro liderado por Zico, que venceu com propriedade pelo placar de 3 x 0, com gols de Nunes (duas vezes) e Adílio. O título conquistado sobre o Liverpool (ING) consagrou uma geração histórica que pintou o mundo de vermelho e preto.

Flamengo 2 x 1 River Plate (ARG)

<a href='/equipes/flamengo'>Flamengo</a> campeão da Copa Libertadores da América de 2019 (Divulgação/ Conmebol)

Divulgação/ Conmebol

23 de novembro de 2019, no estádio Monumental de Lima, no Peru. Depois de 38 anos, o Flamengo voltava a conquistar a América diante do River Plate (ARG), na primeira decisão da história da competição sul-americana disputada em partida única. A torcida rubro-negra invadiu a capital peruana e viu uma virada heróica e inesquecível do time comandado pelo português Jorge Jesus, com dois gols do atacante Gabriel, o “Gabigol”, nos minutos finais do segundo tempo.

Flamengo 2 x 0 Athletico Paranaense

<a href='/equipes/flamengo'>Flamengo</a> x Athletico Paranaense, Copa do Brasil 2013 (Foto: Rafael Ribeiro/ CBF)

Rafael Ribeiro/ CBF

27 de novembro de 2013, no Maracanã. O Flamengo conquistou seu terceiro título da Copa do Brasil em campanha irretocável: das 14 partidas disputadas, o time treinado por Jayme de Almeida venceu 11, empatou duas vezes e sofreu apenas uma derrota. Após empate no jogo de ida das finais em 1 x 1, o Rubro-Negro venceu a decisão por 2 x 0, com gols de Elias e Hernane, e foi campeão da competição nacional diante de quase 70 mil torcedores no Maracanã.